quarta-feira, 13 de maio de 2009

Carros de Competição: Peugeot 205 t16


Se houve dois carros que representaram o espírito do Grupo B, foram o Audi Quattro, e o outro, o Peugeot 205 t16. O pequeno Peugeot, foi um divisor de águas na categoria, introduzindo conceitos que tornavam os carros da primeira geração do Grupo B obsoletos, como chassi tubular, motor turbo central de até 500HP, tração 4x4 e carroceria de material composto. Essas características já eram de alguns carros...mas o 205 t16 era o melhor de vários carros num só. Foi introduzido no WRC na temporada de 1984, onde dominou com facilidade até encontrar um inimigo a sua altura, o Lancia Delta S4 em 1986. Nesse ano a disputa era entre as duas marcas, com vitória francesa no título dos contrutores após o resultado do rali de San Remo (ganho pela Lancia) ser anulado pela FISA. Sendo o último campeão do Grupo B, o 205 t16 foi remanejado para os ralis Cross-Country, onde ganhou inúmeras provas, inclusive o Dakar por duas vezes, em 1987 e 1988.

modelo de Cross-Country

5 comentários:

Danilo Ricco disse...

Foooooooooooooda...

Rianov Albinov disse...

T16 Evo 2 que é animal
(ex)jogador de GT4 detect heehehehhe

Luís Augusto disse...

Acho que a semente do fim do Grupo B está justamente nesse Peugeot. O carro ficou diferente demais do modelo de rua.

Felipão disse...

Faço a opiniao do Luis a minha...

Tohmé disse...

Isso era o capeta...Salvo engano, o Jack Icks denominou essa carro assim.